• Est. Recanto Maestro, 97200-000, 338 - Restinga Seca/RS
  • (55) 3289-1139 | (55) 3289-1141 | (55) 99641-0945
  • amf@faculdadeam.edu.br



II Congresso Internacional “Uma nova Pedagogia para a Sociedade Futura”

A Fundação Antonio Meneghetti realizou, com apoio da Associação Brasileira de Ontopsicologia, Antonio Meneghetti Faculdade (AMF) e Associação OntoArte, o II Congresso Internacional “Uma Nova Pedagogia Para a Sociedade Futura: Protagonismo Responsável”, nos dias 23 e 24 de setembro de 2016. O evento reuniu 1500 pessoas no Recanto Maestro e tinha como proposta a discussão dos caminhos da educação e da pedagogia, promovendo o diálogo entre experiências e personalidades brasileiras e internacionais. A organização, desde logística até alimentação, foi feita integralmente por gestores do Recanto Maestro e alunos da AMF.

O Congresso teve início na sexta-feira, dia 23, com o credenciamento a partir das 12h horas. As primeiras horas do evento foram dedicadas à apresentação dos trabalhos acadêmicos produzidos, e as palestras começaram às 17 horas. Os diálogos foram abertos pelo Prof. Dr. Noriyuki Ueda, Decano do Instituto de Artes Liberais da Universidade de Tecnologia de Tóquio (JPN), que falou sobre a educação japonesa e explicou a proposta do curso de Artes Liberais (ainda inexistente no Brasil). A segunda exposição foi feita pelo Prof. Dr. Alécio Vidor, filósofo e Conselheiro da Fundação Antonio Meneghetti. Ele abordou a visão pedagógica da Ontopsicologia, explicitando as práticas propostas por esta ciência para garantir o melhor desenvolvimento do ser humano desde os primeiros anos de vida.

Depois de Vidor, o Congresso teve sua primeira apresentação cultural: a Camerata OntoArte e o Coral Presto apresentaram, sob a regência do Maestro Antonio Borges-Cunha, a estreia mundial do espetáculo “Divina Comédia: Cantata”, com composições do gaúcho Vagner Cunha baseadas na “Divina Comédia”, texto clássico do escritor italiano Dante Alighieri. Depois da apresentação, a noite de sexta-feira foi finalizada com a palestra da Sra. Chieko Aoki, presidente da rede de hotéis Blue Tree, que abordou o próprio percurso de formação pessoal, profissional e empresarial, com enfoque na disciplina, autonomia e na busca constante pela perfeição, características muito presentes na filosofia japonesa, seguida pela Sra. Chieko.

O segundo dia foi iniciado pelo Prof. Dr. Josemar Soares, filósofo e docente dos cursos de pós-graduação em Ciência Jurídica da Universidade do Vale do Itajaí (Univali). Josemar falou sobre a formação do homem, principais valores norteadores do humano e os deveres existências do sujeito, com uma visão filosófica e metafísica sobre o tema. Por volta das 10h da manhã ocorreu uma mesa redonda internacional com a temática “Inteligências Locais em Diálogo Global: a formação do jovem protagonista responsável na Rússia, Itália, Brasil, Ucrânia e Letônia”, reunindo jovens representantes dos Centros Ecobiológicos criados pelo Acad. Prof. Antonio Meneghetti no mundo.

O Congresso teve sequência com duas apresentações culturais: primeiro a Invernada Adulta Recanto Maestro, grupo de dança formado por alunos da AMF, apresentou três danças, sendo duas tradicionais da cultura gaúcha e uma composição inédita para homenagear o Acad. Prof. Antonio Meneghetti. Logo em seguida, o Coral AMF se apresentou.

O período da tarde foi composto majoritariamente por palestras: o Sr. Claudio Carrara, membro do Conselho Diretivo do Recanto Maestro e sócio-diretor da Bell’Anima Produções Artísticas, tratou sobre os princípios fundamentais da cidadania; o Sr. Roberto Argenta, fundador e presidente da empresa Calçados Beira Rio e principal investidor do Recanto Maestro, trouxe o tema “formação pelo trabalho”; o Sr. Wesley Lacerda, principal acionista da FOIL Brasil, mantenedora da AMF, discursou sobre formação empreendedora e liderança. Representando a Dra. Ludmila Verbitskaya, uma delegação russa formada pelos professores X, Y e Z leu uma carta enviada por ela e palestrou sobre o sistema de educação superior da Rússia, com uma grande abordagem na Associação Internacional de Professores de Língua Russa e Literatura (Maprial), principalmente no que se refere à metodologia e no modo de envolver diferentes pessoas nos trabalhos da associação. A última atividade científica do Congresso foi a exibição de uma conferência do Acad. Prof. Antonio Meneghetti, realizada na sede da UNESCO, em Paris, no dia 20 de julho de 2000. Logo após, a Orquestra Jovem Recanto Maestro deu sequência às atividades, com uma apresentação envolvendo mais de 70 crianças e jovens.

Encerrando o Congresso, a cerimônia de premiação agraciou seis trabalhos em três categorias. Em “Comunicação Oral”, o primeiro lugar ficou com Rafael Lorentz, que produziu o trabalho “A Arquitetura como ferramenta de construção da cidadania”; a segunda posição foi ocupada pelos professores Eloy Teixeira e Patrícia Wazlawick, com o trabalho “A relação entre responsabilidade, autonomia e abordagem profunda ao estudo: um estudo com ingressantes da Antonio Meneghetti Faculdade”. Na categoria “Relato de Experiência”, a posição mais alta do pódio ficou com Thayse Smek Uberna e seu trabalho “Natureza e arte: uma experiência de cidadania na educação infantil”; em segundo, teve-se o trabalho “Casa do estudante da AMF – uma proposta de gestão para a construção da cidadania: pedagogia do fazer”, escrito por Janine Ouriques, com participação dos alunos Ariel Ramos, Luana Ramos, Patrícia Salles e André Menezes. A produção de banner, terceiro segmento, contemplou, em primeiro lugar, o trabalho “aprendizado da pedagogia ontopsicológica na educação de pais e professores”, escrito Shaine Bitencourt, Estela Giordani e Gabriela Mombelli; Patrícia Salles e Janine Ouriques levaram o segundo lugar, com o trabalho “O caminho para a Identidade”.

 

Comentários