Confira a importância de ter um diploma de graduação

  • 29/11/2018
  • comentário(s)

Hoje é bastante comum se ouvir que o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo, mas, para além do discurso, esse é um fato que se verifica ao se candidatar para vagas de emprego. Esse acirramento se deve a vários fatores, que vão desde o aumento no nível educacional até a facilidade de acesso à informação, que permite que um indivíduo aprenda bastante também em casa, de forma autônoma. Diante disso, fazer uma faculdade e obter um diploma se torna indispensável para quem busca ser bem-sucedido e alcançar postos destacados no mercado.
Do ponto de vista profissional, muitos são os benefícios em se ter um diploma – e, em muitos casos, ele constitui uma espécie de pré-requisito, como para conseguir alguns cargos ou mesmo conseguir consolidar uma carreira ascendente. Confira aqui alguns benefícios muito práticos que um diploma garante:


 

- Escolha Profissional: o primeiro passo para ingressar no mercado de trabalho é escolher a profissão que se quer seguir, e essa escolha é composta por vários elementos, mas o basilar é o desejo, o sonho, o interesse e a vontade de seguir uma determinada carreira. O diploma, na grande maioria dos casos, vai ser o cartão de visita para se ingressar no trabalho, além de abrir maiores possibilidades de escolha: sem um diploma, é muito mais difícil conseguir emprego e a chance de entrar na profissão dos seus sonhos fica ainda mais longe. O fato de possuir uma graduação abre portas e aumenta as chances do sujeito em melhores oportunidades de trabalho.


 

- Currículo e Capacitação: ao buscar um emprego, é comum distribuir currículos em empresas e esperar ser contatado para uma entrevista. Mas o currículo precisa ser competitivo para que existe chance real de conseguir a vaga! Um curso de graduação é um primeiro distintivo de que o sujeito possui uma especialidade, um estudo específico em uma determinada área e, por isso, está capacitado a prestar um serviço mais qualificado naquele campo. Esse ponto é, claro, complementado com formação complementares, progressão acadêmica (eventualmente com especialização, mestrado e doutorado) e com cursos livres, mas o diploma confere ao candidato uma primeira autoridade de conhecimento e garantia de que, diante da média, aquele indivíduo é capaz de oferecer um ofício superior.

- Possibilidade de Carreira: na grande amplitude de carreiras para seguir, várias têm no diploma uma premissa indispensável: Medicina, Engenharia, Direito, Psicologia, Fisioterapia e Agronomia são exemplos de carreiras comuns que exigem o diploma para atuação. Além disso, cada carreira possui uma infinidade de áreas e campos de trabalho que muitas vezes não são tão conhecidos, e o simples fato de cursar a graduação abre a possibilidade de contato com profissionais e pesquisadores que podem mostrar tantas novas oportunidades disponíveis!

- Aumento Salarial Chances no Mercado: as estatísticas também estão a favor dos profissionais com diploma: em pesquisa publicada no final de 2017 (o link para a matéria estará no final desse post), um trabalhador diplomado ganha, em média, 140% a mais do que alguém que parou os estudos no ensino médio. Para dar dimensão dessa diferença, a média da diferença salarial, quando se compara profissionais com diploma e sem, é de quase duas vezes e meia, um número realmente muito alto! O estudo também aponta que a taxa de desemprego é muito menor entre profissionais com diploma, com diferença de 40% a menos quando se compara com trabalhadores de nível médio.

 

- Continuidade de Estudos: o processo de formação é contínuo e a graduação é apenas o primeiro passo em uma grande trajetória acadêmica! A partir do diploma de graduação é possível cursar especializações, mestrado, doutorado e seguir a própria qualificação, produzindo conhecimento e desenvolvendo pesquisas que contribuem para o aprimoramento da própria área e do próprio trabalho.

- Diversidade de Experiências: a juventude é o período no qual se está mais aberto para aprender, absorver novos conhecimentos, então escolher um curso – e, nesse caso, também uma instituição – que proporciona o máximo de experiência e formação torna-se essencial para ser o profissional que o mercado precisa. A escolha do curso em si é importante, pois é o curso que vai dar o caráter de especificidade da atividade profissional, da área na qual se vai atuar, mas a formação vai muito além do curso, e, nesse quesito, a AMF é uma ótima opção para você! Aqui se tem uma proposta de formação integral, que possibilita ao aluno o desenvolvimento em todos os aspectos da sua vida: da profissional ao acadêmico, do pessoal ao social! Para isso, trabalhamos com cinco pilares de formação: estudo, trabalho, ciência, alta moralidade e internacionalidade. Cada um dos pilares desempenha um papel fundamental e complementar, e a aplicação circular e contemporânea dessas premissas resulta na formação do líder, do protagonista que será coeficiente de valor e de solução da própria vida e das demandas sociais!


O curso de graduação é um grande diferencial, e na AMF ele é mais um dentre tantos pontos de desenvolvimento oferecidos ao aluno! Aproveite a última semana do nosso Vestibular de Verão e venha ser AMF.

Faça sua inscrição AQUI e venha transformar seu potencial em ação conosco!

Confira o Link para a matéria sobre as diferenças salariais entre profissionais diplomados e profissionais com ensino médio.

 

Comentários